Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais

No dia 28 de julho é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. Para reforçarmos ainda mais a importância do diagnóstico da doença, separamos todas as informações necessárias para você compreender como cada exame é realizado. 

As provas de função hepática são os exames laboratoriais feitos com o intuito de conferir se o fígado está funcionando normalmente.

Os testes de função hepática auxiliam o médico no diagnóstico do paciente, pois através do resultado, ele analisa a taxa de mudança ao longo do tempo, correlacionando com dados clínicos. Por exemplo, se há flutuação leve, aumento ou diminuição progressiva.

No Laboratório Bittar, você pode realizar os seguintes exames hepáticos:

Fosfatase alcalina

Tem como objetivo avaliar se existe alguma obstrução do ducto biliar, ou danos no fígado a até alguma suspeita de câncer.

A Fosfatasse alcalina é uma enzima produzida pelo fígado, pelos ossos e pela placenta e que é liberada na corrente sanguínea durante uma lesão ou durante atividades normais como o crescimento ósseo ou a gravidez.

Alanina transaminase (ALT – TGP)

É a transaminase mais específica para medir a produção de enzimas no fígado. É uma enzima produzida pelo fígado que é liberada na corrente sanguínea quando ocorre lesão de células hepáticas.

Aspartato transaminase (AST – TGO)

Esta transaminase é produzida por outros órgãos além do fígado sendo liberada na corrente sanguínea quando ocorre uma lesão hepática, cardíaca, muscular ou cerebral.

Bilirrubina

É utilizada para se observar se existe obstrução do fluxo da bile, lesão hepática, destruição excessiva de eritrócitos (a partir dos quais a bilirrubina é formada). É um componente do suco digestivo (bile) produzido pelo fígado.

Gamaglutamil transpeptidase (GGT)

É uma enzima produzida pelo fígado, pelo pâncreas e pelos rins e que é liberada na corrente sanguínea quando esses órgãos estão sendo danificados. Serve para se saber se existe alguma lesão orgânica, intoxicação por drogas e ou medicamentos, abuso de álcool ou doenças do pâncreas.

Albumina

É uma proteína produzida pelo fígado e normalmente liberada no sangue que serve para avaliar a existência de lesões no fígado. Uma das funções da albumina é reter líquido no interior dos vasos sanguíneos.

Alfafetoproteina

É um exame utilizado para detectar uma hepatite grave ou um câncer no fígado ou nos testículos.

Tempo de protrombina

É o tempo necessário para que o sangue coagule indicando lesões hepáticas ou deficiência da absorção de vitamina K causada por uma carência de bile.

Anticorpos mitocondriais

É utilizada para se avaliar a cirrose biliar primária e certas doenças autoimunes.

5′-nucleotidase

É uma enzima presente apenas no fígado e liberada na corrente sanguínea quando ele é danificado mostrando uma obstrução do ducto biliar ou comprometimento do fluxo biliar.

Conte com o Laboratório Bittar para realizar todos os seus exames!